Notícias

08/08/2018 15:00

Professores definem ações em Assembleia Geral

Na manhã de hoje (08/08), foi realizada mais uma Assembleia Geral no auditório da nossa sede. Um período valioso de discussão e alinhamento das ações da categoria junto ao sindicato.

Inicialmente, foi informado que as vagas para o passeio na Lagoa Redonda, realizado por meio do Projeto Cuca Zen, no dia 19, em Pirambu, estão esgotadas. Os filiados foram convidados para participar do encerramento do projeto, que ocorre no dia 30 de agosto, na sede do SINDIPEMA.

Mantendo a seriedade e transparência, o presidente, Prof. Adelmo Meneses, prestou contas dos meses de julho a dezembro de 2017.

Em seguida, foi reforçada a adesão à paralisação nacional no próximo dia 10 (sexta-feira), o “DIA DO BASTA”, conforme decidido na assembleia geral anterior a essa, que ocorreu do dia 16 de julho. As categorias se mobilizam com a intenção de dar um basta à privatização da Petrobras, que compromete a soberania do Brasil no setor energético e os recursos para a viabilidade do Plano Nacional de Educação (PNE); ao desmonte das políticas educacionais.

Além do SINDIPEMA, os outros sindicatos e outras categorias, a juventude, o movimento estudantil e de trabalhadores do campo e da cidade, organizados pela Frente Brasil Popular, vão se concentrar às 15h na Pça General Valadão para a construção de um grande protesto em Aracaju.

Em relação ao desfile cívico, a categoria votou favorável a realização de um ato público contra a desvalorização do magistério municipal e péssimas condições de trabalho.

Foi informado pelo nosso presidente que o atual prefeito de Aracaju não recebe a diretoria sindical para tratar das reivindicações da classe, rebatendo as declarações dadas por ele. Cientes disso, os presentes aprovaram a abertura de ação judicial requerente ao reajuste do Piso 2017/2018.

Outra pauta aprovada foi a criação de uma Comissão de Progressão por nova Habilitação/Titulação, com seis professores.

Ficou aprovada a proposta de ato mensal contra o não pagamento do piso, considerado como o DIA DO PROTESTO.

Posteriormente, os filiados foram comunicados que no dia 15 deste mês, acontece a Assembleia Unificada de categorias de Servidores da PMA, onde decidiram pela não participação do SINDIPEMA na ação conjunta, mas mantendo-se solidários às reinvindicações das outras classes.

O sindicato segue agindo e lutando para avançar com a base, buscando garantir, sobretudo, a valorização dos profissionais e seus direitos.