Notícias

20/01/2022 19:06

Sindipema e Sacema se reúnem com o presidente da Câmara de Vereadores

Hoje, 20, a direção do Sindipema dialogou com parlamentares municipais sobre o veto do prefeito Edvaldo Nogueira, no artigo 11 da Lei Orçamentária Anual (LOA), que garante a atualização do piso salarial da categoria. À ocasião, os representantes sindicais dialogaram com o presidente da Câmara de Vereadores, o vereador Nitinho Vitale, e a vereadora Prof.ª Ângela Melo, autora da emenda que deu origem ao artigo. A direção do Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemias do Município de Aracaju (Sacema) esteve presente e também reforçou que a categoria a qual representa também será prejudicada com o veto do artigo 13 na referida Lei Orçamentária.

A direção do Sindipema iniciou a reunião ressaltando a importância da derrubada do veto do prefeito Edvaldo Nogueira, uma vez que as emendas foram aprovadas, de forma unânime, pelos vereadores e vereadoras do parlamento municipal, como determina a legislação. São garantias constitucionais e financiamento específico, ou seja, a partir da Constituição Federal existem leis que garantem o aporte financeiro para valorização desses profissionais. Apesar da previsão legal, as professoras e professores do município de Aracaju-SE estão sofrendo há cerca de seis anos sem a atualização do piso salarial.

Na oportunidade, também foram apresentadas informações sobre o financiamento da educação em Aracaju referentes às duas principais fontes de financiamento, FUNDEB E MDE, que não deixam dúvidas do montante que a situação financeira não é empecilho para atualizar o salário das professoras e professores de Aracaju que, hoje, se não é o pior, está entre os piores salários do estado de Sergipe. A receita da educação em Aracaju é mais que suficiente para atualizar o salário de todos os profissionais do ensino. “Não há nada que justifique a atitude do prefeito ao dizer que não cumprirá o reajuste. É uma decisão política de não valorização dos profissionais demonstrada em toda a história de Edvaldo Nogueira”, enfatiza o professor Obanshe Severo, presidente do Sindipema.

“É sempre importante destacar e informar à sociedade que não é somente sobre a atualização do salário que estamos aqui. Outros direitos têm sido violados”, lamenta o Secretário de Formação, Cláudio Brito. “A carreira do magistério está defasada. Muitas escolas não têm estrutura adequada para desenvolvimento da aprendizagem e faltam vagas, principalmente, de creches e na educação infantil para as crianças da nossa cidade”, conclui.

A educação tem uma legislação própria, portanto há uma verba específica para esse setor e não tem sido aplicada devidamente. É desumana a atitude do prefeito Edvaldo Nogueira, demonstrando total descaso com a educação municipal.

 

Convidamos a todas e todos para o nosso Ato Unificado!

As duas categorias, Professoras, Professores e Agentes de Saúde, realizarão ato unificado no dia 26 de janeiro, às 8h, em frente à Prefeitura de Aracaju, próximo à Petrobras da rua Acre.

Por um Sindipema forte e comprometido com a luta coletiva!

  • Ícone Facebook Facebook
  • Ícone Twitter Twitter
  • Ícone Linkedin Linkedin
  • Ícone Whatsapp Whatsapp
  • Ícone Email Email